Detalhes da Operação "Casa da Mãe Joana" na cadeia de Picuí/PB


Por volta das 09:00hs desta segunda-feira,11 de junho, a polícia Civil, Militar, Agentes Penitenciários e oficiais de justiça(representando o Juiz da comarca) fizeram uma revista geral na cadeia de Picuí.
Durante a Operação foi apreendido três celulares. 01 na cela dos apenas Biu e Cabeção, 01 na cela de João de Zila e um terceiro celular na cela grande.
Os celulares foram encontrado dentro de peças de artesanatos criado pelos mesmo, carregadores escondido dentro de pão. Além de diversos conectores de celulares.
O celular do apenado João de Zila foi encontrado dentro de um DVD player.
Após a revista foi recolhido os DVDs players, televisores que estavam em excesso e ventiladores, todos utilizados para guardar drogas e celulares, após uma revista por dentro dos aparelhos eletrônicos os mesmos serão entregues as famílias dos apenados. O diretor em exercício esclareceu tanto aos apenados como aos Agentes Penitenciários das diretrizes da cadeia, onde seria feito:
Novo recadastramento de visitas dos presos;
Estará proibido a entrada de menores de idades que não sejam filhos dos presos nos dias de visita;
Proibido a entrada de mulheres na cadeia no dia de visita intima, para as que não sejam companheiras dos apenados;
Entrada de alimentos unicamente já processado, quentinhas ou algum tipo de lanche que após revista será entregue ao apenado;
Ficará proibido a entrada de aparelhos eletrônicos em excesso, a exemplo do que estava ocorrendo de haver mais de 06 televisores, 06 DVDs players e até um Play Station( Video Game), isso em uma das celas.
Durante a  madrugada antes da operação ser deflagrada, a guarnição do sargento Sodré recebeu a informação de que na cela dos albergados haveria um revolver calibre .38 municiado, e após constatar a denuncia com verídica apreendeu a arma.


 Vale salientar que a denuncia de arma de fogo na cadeia já fazia dias que era comentada na cidade.
Aproveitando a operação foi transferido de cela os apenados Cabeção e Biu para uma cela menor já que os mesmos estavam comandando e até colocando terror nos novos apenados na cela que os mesmos ficavam e segundo informações não confirmadas devido o temor que os apenados tem dos mesmos, cobrando pelo uso de colchões fato este que foi provado parcialmente já que com Cabeção foi recolhido mais de R$130,00.