Luto na Polícia Civil: Pistoleiros executam escrivã da Polícia Civil de Catolé do Rocha/PB


Cézar Alves informa no Jornal De Fato de Mossoró que:
 a escrivã Maria de Fátima Veras da Silva, de 52 anos, da 8ª Gerência Regional de Polícia Civil de Catolé do Rocha, foi executada às 19h desta sexta-feira (28), possivelmente por pistoleiros, na Rua Barão do Rio Branco, por trás da Escola Municipal Luzia Maia, em Catolé do Rocha.
Maria de Fátima Veras da Silva havia chegado em casa há pouco tempo pilotando uma Honda Biz. Esteve na casa da mãe, para pedir a benção, um costume ainda praticado. Ficou conversando do lado de fora com os vizinhos, amigos. A conversa se prolongou e um
determinado momento, dois homens numa moto Honda 150, de cor vermelha, se aproximaram e abriram fogo, usando pistolas. Foram 4 tiros. Maria de Fátima Veras da Silva caiu ao lado da moto e os pistoleiros se aproximaram e descarregaram as armas.
O local do assassinato fica perto da Cadeia Pública. A morte foi constatada pelo Samu e em seguida o corpo foi removido para exames no IML de Patos.
Todos os policiais civis e militares de Catolé do Rocha e cidades vizinhas estão em diligência à procura dos assassinos.
Os bandidos usavam calça jeans e blusões escuros.
Restam as dúvidas: Maria de Fátima Veras da Silva foi executada em função do trabalho ou em função da guerra entre as famílias na região de Catolé do Rocha e alto oeste do Rio Grande do Norte.
fonte: http://oquentedanoticia.blogspot.com.br/