Priscila foi presa novamente por agressão em Icó/CE


 Adoro andar na viatura da polícia. É um luxo. Inclusive, gosto que me chamem de Priscila Camburão
A já conhecida travesti paraibana “Priscila” como é chamado Ricardo Fortunato, de 24 anos, residente no Sitio Campo Novo na zona rural de Souza (PB) foi presa mais uma vez no município de Icó, distante 165 quilômetros de Juazeiro do Norte. Priscila estava em um prostíbulo  conhecido como Pátio dos Cabarés, bairro Posto Novo, quando iniciou uma discussão com outra garota de programa.



Priscila foi presa em flagrante acusada de agredir sua companheira de trabalho com murros e pontapés, além de tentar perfurar a vítima com uma faca. Ao ser algemada pelos militares do Ronda do Quarteirão, Priscila manteve a irreverência e disse: “Adoro andar na viatura da polícia. É um luxo. Inclusive, gosto que me chamem de Priscila Camburão”, finalizou arrancando risos dos presentes que acompanhavam sua prisão.

Forricó 2012

Em Julho do ano passado, durante a 20ª edição do Forricó, Priscila foi presa ao ser flagrada portando uma faca no meio da multidão. Apresentando sinais de embriagues, ela “botou boneco” à procura do rapaz que quebrou o seu isopor.

Na época, a travesti soltou outra pérola ao ser presa e pediu sua liberdade ao delegado justificando que “tinha muitos meninos lindos na festa a exemplo de Léo (cantor Leonardo)”, e finalizou dizendo: “aos simpatizantes o programa custa R$ 50,00”.