Polícia Civil divulga áudio em que assessor de Juiz tenta extorquir réu em processo de Indenização.


Nesta sexta-feira, 19, a Polícia Civil de Picuí divulgou o áudio em que Marllon Laffit Feitosa Passos, 25 anos tentou extorquir 22 mil reais de réu em processo no qual seria cobrado por danos morais um valor em torno de 150 mil reais. Marllon acreditava que conseguiria inicialmente os 22 mil reais dos réus no processos mais chega a negociar e reduzir o valor até 11 mil reais. Sabendo se tratar de uma extorsão o réu do processo grava o pedido de dinheiro de Marllon, no qual o mesmo usa nomes do Juiz da cidade de Picuí e de advogados do processo em tramite. Marllon mostra ser uma pessoa fria na hora da negociação e no final pede que a vítima da extorsão não conte pra ninguém nem mesmo para seu próprio advogado, deixando transparecer que se tratava de um golpe.
Se o pedido de 11 mil reais finais era para beneficiar o réu do processo, porque o seu próprio advogado não podia saber?

Ao saber da gravação do áudio o Delegado Regional João Joaldo com apoio da guarnição militar deu voz de prisão ao acusado Marllon Laffit, o qual questionado sobre a extorsão disse em sua defesa que foi um mal entendido e que o mesmo estava apenas negociando a compra de caixões para sua agência de advogados que trabalhava em Campina Grande. Na defesa de Marllon a sua advogada disse que o mesmo caiu em uma cilada. 

Marllon já se encontra em liberdade....

escute o áudio.










www.setimaregional.com.br