Executado em Picuí/PB - "André de Zila"

André de Zila
era ex-presidiário
Na tarde desta quinta-feira (24), o ex-presidiário Carlos André mas conhecido na cidade por ‘André de Zila’, residente no bairro Limeira, foi alvejado com vários disparos de arma de fogo, fato que aconteceu no matadouro público, localizado no bairro Cenecista em Picuí.  



A vítima foi socorrida em estado grave para o Hospital Regional Felipe Tiago Gomes e de acordo com informações policiais, o mesmo não resistiu aos ferimentos e faleceu.

Segundo informações André estava atrás dos que mataram seu irmão algumas semanas atrás e diziam que até com uma espingarda estaria usando para acertar as contas com quem tinha matado seu irmão Marcelinho, era questão de tempo para alguém ser morto em Picuí.


Em contato com o cabo Auricélio, oficial de plantão, a guarnição policial está em diligencia tentando prender os, ou o envolvido neste assassinato, que fugiu, ou fugiram após o ocorrido.

Francisco Araújo


André de Zila era um dos cabeças do crime que comandava o Limeira levando o terror aquela localidade, deixando a população apavorada. A família e amigos deles poderão sentir a sua falta, mas grande parte da população está sentindo aliviada.

Em 2011, André deu trabalho para a polícia Civil e Militar que tiveram que fazer uma mega operação para tentar prendê-lo, tendo que a população ajudar permitindo que a polícia adentrasse casa por casa para cumprir o mandado de prisão contra ele.

Reveja a Matéria:

"Operação Esperança" em Picuí/PB
















Na madrugada deste sábado,17/09/11, por volta das 03:00hs, policiais civis da 7ª Delegacia Regional de Picuí, sob a coordenação do Delegado Regional Dr. João Joaldo Ferreira, juntamente com policiais militares do 9º Batalhão de Polícia Militar de Picuí, no momento sediado em Cuité-PB, sob o comando do Major Galvão, desencadearam uma operação conjunta e integrada denominada “Operação ESPERANÇA” objetivando cumprir mandados de prisão e busca e apreensão em residências do Bairro Cenecista e Limeira, nesta cidade de Picuí-PB. Participaram da operação os Delegados de Polícia Dr. José Edson Vasconcelos, titular da delegacia de Picuí e Dr. Durval Barros, titular da delegacia de Barra de Santa Rosa, além do Capitão PM ANDRADE.
A operação teve a participação de 26 policiais, 10 civis e 16 militares, além 10 viaturas. Foram apreendidos na residência do popular SAULO DAMAZEU ALVES, de 40 anos de idade, 26 pedras de crack e 15 papelotes de maconha, além de uma motocicletaYBR, de cor: Vinho. Saulo é apontado como o “braço direito” do traficante RICARDO do Cenecista que evadiu-se da cidade a poucos dias após ter trocado tiro com André de Zila. Foi cumprido mandado de prisão de CARLOS ANDRÉ, mais conhecido por ANDRÉ DE ZILA, que além de quebrar o albergue por ter entrado com maconha para dentro da cadeia local, não mais se apresentou e começou a aterrorizar o Limeira, traficando e andando livremente com armas pelo bairro, durante a noite disparava tiros a esmo para o alto querendo intimidar a população, nos últimos dias alvejou Ricardo do Cenecista no rosto e outro rapaz, Josenildo da Silva, natural de Caicó/RN na altura do abdômen,o qual ao perceber a chegada da polícia correu pelo morro que dá acesso ao açude vindo a nadar até o outro lado achando que os únicos policiais que estavam em seu encalço haviam ficado para trás, após atravessar, nas proximidades das cruzes percebeu que estava cercado por mais policiais e escondeu dentro de uma das casas a beira da pista, neste momento a polícia com a ajuda da população revistou casa por casa até conseguir localizar o mesmo que tentou ainda revidar com agressões pra cima dos policiais mais foi contido.